29.11.04

Um Pedido de Desculpa

Desculpe-me por fechar meus olhos enquanto te beijava
Desculpe por sentir arrepios deliciosos com tuas mãos em mim
Desculpe quando disse que te amava mais que a mim mesmo
Desculpe minha cabeça, por não conseguir te esquecer

Perdoe minha ambição de desejar a mais perfeita das mulheres
Perdoe-me, sou tolo por ter te feito chorar, e chorado junto a ti
Perdoe por ter lhe dado meus mais sinceros sorrisos, insuficientes

Após esse tempo de solidão percebi que somente você
Poderia me fazer completo, porque assim me sentia
Quando tocava seus cabelos enquanto dormia, linda
E espero que esse tempo separados não tenha sido suficiente
Para que tenha esquecido de mim.

Rafael ainda lembra com detalhes de exatos um ano atrás, a época mais feliz de sua vida.

5 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Ô minha graça, vc não falou se eu podia comentar ou não.
Avise-me qualquer coisa, ok? -_^

Bem, lembranças machucam... nostalgia me faz mal.

A prosa é linda. Continue escrevendo.

11 de dezembro de 2004 12:31  
Blogger kale-e-do-scope said...

Ai, amor!
Bizet em Carmen : O amor é filho de bohemiana e nunca nunca segiu uma lei...

11 de dezembro de 2004 12:41  
Anonymous Emerson said...

d boa mano eu nem te conheço...entrei no seu blogger sem querer, mas achei muito loco ó...fuissssssss

9 de maio de 2005 10:37  
Anonymous Anônimo said...

eu briguei com a pessoa mais importante do mundo!. ele não é meu namorado. maais é meu melhor amigo. e eu qria muito volta a fala com ele, mais ele me dexa no vacuo e não responde no msn. vocês teriam alguma ideia? pq eu não aguento mais e eu amo ele muito.
vocês acham que eu deveria ir falar com ele ou esperar um pouco?

30 de julho de 2006 15:41  
Anonymous Anônimo said...

Deixa de ser fresco e bota umas puta mostrando o rabo nessa tua merda de blog!!!!!!

ASS: COMEDOR

26 de janeiro de 2007 15:12  

Postar um comentário

<< Home